FVM Learning

Nosso maior compromisso é compartilhar conhecimentos, somos simples mas não simplórios, astuto mas não pacóvio, nos posicionamos empenhados em mostrar o caminho para desmistificação do opróbrio em legítima defesa do conhecimento compartilhado. Eng. Jemerson Marques.

domingo, 21 de junho de 2020

Controle de potência de carga 110/220Vac. Controlado por: ESPs Arduínos ou PICs + PCI

Controle de potência de carga 110/220Vac. Controlado por: ESPs Arduínos ou PICs + PCI

Olá a Todos!!!

Hoje em dia, todos nós estamos envolvidos com circuitos de automação, disparos remoto, controle de cargas remotamente e etc, e sempre utilizamos o velho e conhecido Relê, seja ele Relê de contato, utilizando bobinas com contatos de fechamento metálico, ou com os mais avançados "caros" Relê de Estado Sólidos, mas para controlar uma carga de potência em 220V, com níveis de controle diferentes com o seu microcontrolador isolado da rede de energia, podemos dizer que não é tão simples de encontrar um módulo para dimerização e controle de carga controlado por Microcontroladores com um custo baixo. Foi pensando nisso que estamos a apresentar esse pequeno circuito que pode controlar eficientemente a; luminosidade de uma lâmpada incandescente,  velocidade de um motor elétrico, temperatura de uma estufa, secador de cabelos ou qualquer outro eletrodoméstico elétrico que pode ser controlado através de um dimmer. Todo esse controle se dar ao uso de um microcontrolador que pode ser um ESP8266, ESP32, Arduíno, PIC ou qualquer outro Microcontrolador que você tiver utilizando, que controla o módulo de potência baseado em um TRIAC
O TRIAC é acionado através de um DIAC que conduz à partir de uma tensão de 28V, ele é quem controla o ângulo de condução do TRIAC, disparando-o em diversos pontos do sinal senoidal da rede de energia sendo assim possível aplicar potências diferentes na carga controlada.
Para controlar o disparo do TRIAC, é usado um circuito RC, de maneira que a modificação dessa resistência, dispara o TRIAC em pontos de semiciclos de energia da rede. 
Para conseguirmos modificarmos a resistência controlando por um Microcontrolador, implementamos um divisor somador com 3 resistores diferentes que são conectados através de um opto-acoplador, e é através desse conjunto de resistores que formamos o Req pelo qual podemos controlar o circuito RC de retardo onde Req setada no máximo valor, o tempo de carga de C1 até o disparo do DIAC é maior, pela qual ocorre um tempo maior do semiciclo da energia da rede fazendo com que a carga tenha uma menor potência, já com Req na posição mínimo a carga de C1 é rápida e o disparo do DIAC ocorre no início do semiciclo, tornando a potência da carga no máximo, sendo assim, podemos controlar a potência máxima e mínima na carga. E vale salientar que quando utilizamos esse circuito para controlar motores, ele corta uma parte do semiciclo, mantendo a tensão em 220V, o que significa que o torque de um motor se mantém mesmo sendo controlado em baixa velocidade, o que o assemelha ao motor DC controlado por PWM.

Na figura 2, temos o diagrama esquemático do circuito de Controle de potência de carga 110/220Vac. Controlado por: ESPs Arduínos ou PICs com TRIAC TIC246, utilizamos 3 portas digitais do Arduíno, D9, D10, D11 para controlar o circuito de potência, foi utilizado resistores em série para controle de corrente no entre a saída digital do Arduíno (5V), e o Opto-acoplador, que utiliza um LED Infra-vermelho interiormente, e sabemos que se aplicarmos uma tensão de 5V direto no LED, ele irá queimar. O Opto-acoplador que utilizamos foi um MOC3021, mas, você pode está substituindo pelos  MOC3020, MOC3021, MOC3022, MOC3023, OPI3020, OPI3021, OPI3022, OPI3023, MCP3020, MCP3021, MCP3022, GE3020, GE3021, GE3022, GE3023, todos são compatíveis.
Fig. 2 - Controle de potência de carga 110/220Vac. Controlado por: ESPs Arduínos ou PICs
As séries de Opto-acopladores MOCs são dispositivos de driver TRIAC isolados opticamente. Esses dispositivos contêm um diodo emissor de infravermelho GaAs e um comutador bilateral de silício ativado por luz, que funciona como um TRIAC. Eles são projetados para interface entre controles eletrônicos e TRIACs de potência para controlar cargas resistivas e indutivas para operações de 115 ou 220 VCA.
E é através desse fechamento que conseguimos diminuir a resistência que colocamos em seus terminais, e baixamos a queda de tensão que ocorre através dessa resistência e assim, aumentamos a carga em C1, e o disparo do DIAC ocorre no início do semiciclo, aumentando a potência da carga.

Por utilizarmos 3 resistores em série/ponte, conseguimos 8 combinações de resistências diferentes, e na figura 3 temos a tabela para verdade para seguirmos e podermos programar as combinações sequenciadas nas portas do Arduíno.

Fig 3 - Tabela Verdade Controle de potência de carga 110/220Vac. Controlado por: ESPs Arduínos ou PICs
A potência total da carga que podemos colocar em nosso circuito, só dependerá unicamente do tipo de TRIAC que você vai utilizar, em nossa montagem, fizemos com o TIC246, por ser um TRIAC que suporta até 16 Amperes, o que é uma carga muitíssimo grande, se falamos de carga residencial, no entanto existem diversos tipos de TRIACs para ser utiliazdos, deixamos alguns dos mais conhecidos e fácil de se encontrar no mercado para você poder utilizar de acordo com o seu projeto: TIC116 para 6A, TIC226 ou BT137 para 8A, TIC236 para 12A, TIC246 para 16A.

Lista de Materiais

T1 -------------------------- Triac de Potência TIC246D ou substituto *ver texto*
D1 -------------------------- Diodos DIAC DB3 ou substituto
D4 -------------------------- Ponte retificadora KBPC5010 - 100V, 50A
U1, U2, U3 --------------- Opto-acoplador MOC3021 ou substituto *ver texto*
R1 -------------------------- Resistor 47Ω 1/4W  (amarelo, violeta, preto)
R2 -------------------------- Resistor 6.8KΩ 1/4W  (verde, cinza, vermelho)
R3 -------------------------- Resistor 47KΩ 1/4W  (amarelo, violeta, laranja)
R4 -------------------------- Resistor 100KΩ 1/4W  (marrom, preto, amarelo)
R5 -------------------------- Resistor 220KΩ 1/4W  (vermelho, vermelho, amarelo)
C1 -------------------------- Capacitor Poliéster / Cerâmico 0.22uF ou 220nF
C2 -------------------------- Capacitor Poliéster / Cerâmico 0.12uF ou 120nF
J1 --------------------------- Conector Barra Macho 4 pinos
P1, P2 ---------------------- Terminal Kre Block Borne Conector Duplo 2 Vias
Diversos ------------------- Placa Circuito Impresso, estanho, fios, etc.

Download:

Estamos dispondo para Download o link com os arquivos para impressão da placa de circuito impresso, são eles: Gerber, PDF layout, webp, tudo isso com link direto para o Mega.
Fig 4 - PCI - Controle de potência de carga 110/220Vac. Controlado por: ESPs Arduínos ou PICs

Link Direto: Arquivos, Layout PCB, PDF, GERBER

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!
Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.
Se inscreva no nosso Blog!!! Click aqui - FVM Learning!!!
Forte abraço.

Deus vos Abençoe
Shalom

Nenhum comentário:

Postar um comentário