FVM Learning

Nosso maior compromisso é compartilhar conhecimentos, somos simples, mas não simplórios, astuto, mas não pacóvio, nos posicionamos empenhados em mostrar o caminho para desmistificação do opróbrio em legítima defesa do conhecimento compartilhado. Eng. Jemerson Marques!
Mostrando postagens com marcador Arduino. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Arduino. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 15 de julho de 2022

Pinagem - Pinout - Arduíno Pro Mini - Características!

ARDUÍNO PRO MINI

O Arduino Pro Mini é uma placa baseada no micro-controlador ATmega328. Possui 14 pinos de entrada/saída digital - GPIO (6 deles podem ser usados ​​como saídas PWM), 6 entradas analógicas, um cristal interno (8 MHz ou 16 MHz), um botão de reset e orifícios de montagem para soquetes de terminal a serem presos aos pinos. 

O Arduino Pro Mini possui duas versões diferentes: 3,3 V 8 MHz e 5 V 16 MHz. A Figura 1 Abaixo, mostra o diagrama de bloco do Arduíno Pro Mini, e logo depois abaixo, apresentaremos as características do Arduino.
Fig. 1 - Pinagem - Pinout - Arduíno Pro Min

Especificações técnicas do Arduino Pro Mini

  • Microcontrolador: ATmega328
  • Tensão de operação: 3,3 V ou 5 V DC (dependendo do modelo)
  • Tensão de alimentação recomendada: máximo 12 V DC
  • Pinos de entrada/saída digital: 14 (dos quais 6 suportam saídas PWM)
  • Pinos de entrada analógica: 6
  • Corrente DC por pino de entrada/saída: 40 mA
  • Memória Flash: 32 KB (0,5 KB usado para bootloader)
  • SRAM: 2KB
  • EEPROM: 1KB
  • Frequência de clock: 8 MHz para o modelo de 3,3 V, 16 MHz para o modelo de 5 V

Pinos IO — Entradas e Saídas.

Todos os 14 pinos GPIO digital no Arduino Pro Mini podem ser usados ​​como entradas ou saídas, isso só dependerá das funções utilizadas como: pinMode(), digitalWrite() e digitalRead()

Arduino Pro Mini possui 6 entradas analógicas, cada uma das quais suporta resolução de 10bits. Nas configurações padrão, eles medem de 0V ou terra até 5V. No entanto, o limite superior pode ser definido usando o pino AREF e a função analogReference()

Os pinos GPIO funcionam com tensão de 5V, e corrente máxima de 40mA, eles possuem resistores pull-up internos entre 20 – 50K

Na Figura 2 abaixo, temos o diagrama esquemático do circuito do Arduíno Pro Mini, e podemos acompanhar todas as configurações do Arduíno.
Fig. 2 - Diagrama Esquemático Arduíno Pro Mini

Pinos com funções Especiais:

Alguns pinos no Arduíno Pro Mini, têm funções especiais, que podem ser configuradas através do código, para alterá-las:
  • Comunicação Serial: Pino 0 (RX) e Pino 1 (TX) - Esses pinos são utilizados para envio e recebimento de comunicação serial TTL. Para receber dados é utilizado o (RX) e para transmitir, o (TX).
  • Interrupções externas: Pinos (2 e 3) — Esses pinos podem ser usados ​​para acionar uma interrupção.
  • Função PWM: 3, 5, 6, 9, 10 e 11 : Esses pinos fornecem um sinal PWM de 8 bits com a função analogWrite().
  • Comunicação SPI: 10 (SS), 11 (MOSI), 12 (MISO), 13 (SCK): Esses pinos fornecem comunicação SPI com a biblioteca SPI.

  • Comunicação TWI: O pino A4 ou SDA e o pino A5 ou SCL suportam comunicação TWI usando a biblioteca Wire.  

  • Pino AREF: Tensão de referência para entradas analógicas. É usado com a função analogReference().

Alimentação

O Arduino Pro Mini suporta alimentação através de conexão, USB por um cabo Mini USB tipo B, ou por uma fonte de alimentação externa que forneça entre; 6Vcc até no máximo 20Vcc, existe ainda o pino 27, com uma tensão regulada de 5Vcc.

LED indicador: É um LED conectado ao pino digital 13. Acende quando o valor do pino é alto e desliga quando é baixo.

O trabalho é grande, escrever, pesquisar, buscar conhecimento para passar da melhor forma possível, tudo isso dá muito trabalho, e nada cobramos por isso!

Então nos ajude a divulgar nosso trabalho, compartilha nas redes sociais, Facebook, Instagram, nos grupos de WhatsApp, se inscrevam! Uma simples atitude sua, faz com que cresçamos juntos e melhoremos o nosso trabalho!

E por hoje é só, espero que tenham gostado!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.
Se inscreva no nosso Blog! Clique aqui - FVM Learning!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe
Shalom!

segunda-feira, 20 de junho de 2022

Pinagem - Pinout - Placa Arduino UNO V3 & ATMega328P e suas Especificações!

Principais características

Arduino UNO é uma placa microcontroladora baseada no ATmega328P. Possui 14 pinos de entrada/saída digital (dos quais 6 podem ser usados como saídas PWM), 6 entradas analógicas, um ressonador cerâmico de 16 MHz, uma conexão USB, um conector de alimentação, um conector ICSP e um botão de Reset

Ele contém tudo o que é necessário para dar suporte ao microcontrolador; basta conectá-lo a um computador com um cabo USB ou alimentá-lo com uma fonte de alimentação CC ou bateria para começar. 

Pinagem Arduino Uno V3

Na Figura 1 abaixo, temos a Pinagem completa das conexões da placa Arduino UNO com a última Versão 3.0

Fig. 1 - Pinagem da Placa Arduino UNO V3 & ATMega 328P - Fonte Wikimedia

Especificações Técnicas

Na tabela abaixo, você encontrará as principais especificações técnicas do Arduino UNO R3.

PlacaNomeArduino UNO R3
SKUA000066
MicrocontroladorATmega 328P
Conector USBUSB-B
PinosBuilt-in LED Pino13
Digital I/O Pinos14
Pinos de Entrada Analógica6
Pinos PWM6
ComunicaçãoUARTSim
I2CSim
SPISim
AlimentaçãoTensão de Entrada/ Saída dos Pinos5V
Tensão de entrada (nominal)7-12V
Corrente por pinos I/O20 mA
Conector da Fonte de AlimentaçãoBarrel Plug
Velocidade do ClockProcessador PrincipalATmega328P 16 MHz
Processador USB-SerialATmega16U2 16 MHz
MemoriaATmega 328P2KB SRAM, 32KB FLASH, 1KB EEPROM
DimensõesPeso25 g
Largura53.4 mm
Comprimento68.6 mm

Fonte da imagem pinagem do Arduino Uno: Wikimedia

Pessoal, o trabalho é grande, escrever, pesquisar, estudar, buscar as imagens, tudo isso dá muito trabalho, e não cobramos nada por isso!

Então nos ajude a divulgar nosso trabalho, compartilha nas redes sociais, Facebook, Instagram, nos grupos de WhatsAppuma simples atitude sua, faz com que cresçamos juntos e melhoremos o nosso trabalho!

E por hoje é só, espero que tenham gostado!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso BlogClique Aqui FVM Learning!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe
Shalom!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Pinagem - Pinout - ESP32 - DevKitC - Características!

 Pinagem - Pinout - ESP32

Fig. 1 - Pinagem - Pinout - ESP32 - DevKitC - Características - ESPRESSIF

Características básicas do Módulo ESP32 - DevKitC 

As Tabelas 1 e Tabela 2 abaixo, descrevem as pinagens do módulo ESP32 - DevKitC V4, com ESP32-WROOM-32 soldado, e a primeira tabela representa o lado esquerdo dos pinos, e a segunda tabela representa o lado direito dos pinos do ESP32- DevKitC V4.

Lado Esquerdo dos Pinos do Módulo.

N° Pino

Nome

Tipo

Função

1

3V3

P

Fonte de alimentação de 3,3 V

2

PT

I

CHIP_PU, Redefinir

3

IO36

I

GPIO36, ADC1_CH0, S_VP

4

IO39

I

GPIO39, ADC1_CH3, S_VN

5

IO34

I

GPIO34, ADC1_CH6, VDET_1

6

IO35

I

GPIO35, ADC1_CH7, VDET_2

7

IO32

I/O

GPIO32, ADC1_CH4, TOUCH_CH9, XTAL_32K_P

8

IO33

I/O

GPIO33, ADC1_CH5, TOUCH_CH8, XTAL_32K_N

9

IO25

I/O

GPIO25, ADC1_CH8, DAC_1

10

IO26

I/O

GPIO26, ADC2_CH9, DAC_2

11

IO27

I/O

GPIO27, ADC2_CH7, TOUCH_CH7

12

IO14

I/O

GPIO14, ADC2_CH6, TOUCH_CH6, MTMS

13

IO12

I/O

GPIO12, ADC2_CH5, TOUCH_CH5, MTDI

14

GND

G

Terra

15

IO13

I/O

GPIO13, ADC2_CH4, TOUCH_CH4, MTCK

16

IO9

I/O

GPIO9, D2

17

IO10

I/O

GPIO10, D3

18

IO11

I/O

GPIO11, CMD

19

5V0

P

fonte de alimentação de 5 V

Lado Esquerdo dos Pinos do Módulo.

N° Pino

Nome

Tipo

Função

1

GND

G

Terra

2

IO23

I/O

GPIO23

3

IO22

I/O

GPIO22

4

IO1

I/O

GPIO1, U0TXD

5

IO3

I/O

GPIO3, U0RXD

6

IO21

I/O

GPIO21

7

GND

G

Terra

8

IO19

I/O

GPIO19

9

IO18

I/O

GPIO18

10

IO5

I/O

GPIO5

11

IO17

I/O

GPIO17

12

IO16

I/O

GPIO16

13

IO4

I/O

GPIO4, ADC2_CH0, TOUCH_CH0

14

IO0

I/O

GPIO0, ADC2_CH1, TOUCH_CH1, Inicialização

16

IO2

I/O

GPIO2, ADC2_CH2, TOUCH_CH2

17

IO15

I/O

GPIO15, ADC2_CH3, TOUCH_CH3, MTDO

17

IO8

I/O

GPIO8, D1

18

IO7

I/O

GPIO7, D0

19

IO6

I/O

GPIO6, SCK

Descrição: P: Fonte de alimentação; I: Entrada; O: Saída. 

Opções de Fonte de Alimentação

Existem três maneiras mutuamente exclusivas de fornecer energia à placa:
  • Porta micro USB, fonte de alimentação padrão.
  • Pinos de cabeçalho 5V / GND
  • Pinos de cabeçalho 3V3 / GND

Observação

Os pinos D0, D1, D2, D3, CMD e CLK são usados ​​internamente para comunicação entre o ESP32 e a memória flash SPI. Eles estão agrupados em ambos os lados perto do conector USB. Evite usar esses pinos, pois isso pode atrapalhar o acesso à memória flash SPI/RAM SPI.

Observação

Os pinos GPIO16 e GPIO17 estão disponíveis para uso apenas nas placas com os módulos ESP32-WROOM e ESP32-SOLO-1. As placas com módulos ESP32-WROVER possuem os pinos reservados para uso interno.

Fonte: Espressif

Pessoal, o trabalho é grande, escrever, pesquisar, estudar, buscar as imagens, tudo isso dá muito trabalho, e não cobramos nada por isso!

Então nos ajude a divulgar nosso trabalho, compartilha nas redes sociais, Facebook, Instagram, nos grupos de WhatsAppuma simples atitude sua, faz com que cresçamos juntos e melhoremos o nosso trabalho!

E por hoje é só, espero que tenham gostado!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso BlogClique Aqui FVM Learning!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe
Shalom!