FVM Learning

Nosso maior compromisso é compartilhar conhecimentos, somos simples mas não simplórios, astuto mas não pacóvio, nos posicionamos empenhados em mostrar o caminho para desmistificação do opróbrio em legítima defesa do conhecimento compartilhado. Eng. Jemerson Marques.
Mostrando postagens com marcador Eletrônica. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Eletrônica. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Transmissor de FM de Média Potência com 2N2218

Transmissor de FM de Média Potência com 2N2218

Olá a Todos!!!

Fig. 1 - Transmissor de FM de Média Potência com 2N2218
No post de hoje, iremos montar um simples transmissor de FM de média potência com o transistor 2N2218, com um ótimo alcance que pode chegar a mais de 1Km de distância, e tudo isso com um único transistor, o circuito oscilador tem um range de frequência que pode ser sintonizado na faixa de Freqüência Modulada, FM entre 88 à 108 Mhz, o circuito é bastante estável, e com uma boa fonte de alimentação podemos utiliza-lo como um pequeno link de transmissão de audio, como uma pequena rádio comunitária e etc. com facilidade, e com uma ótima qualidade de som.
O circuito transmissor de FM Frequência Modulada  é um dispositivo sem fio que opera em uma faixa de alta frequência, ele é capaz de transmitir sinais de audio para a atmosfera através de ondas eletromagnéticas, e pode ser recebido por um circuito receptor de FM sintonizado em mesma frequência que o transmissor, para reproduzir sinais de; músicas, voz, instrumentos musicais e etc.,  no receptor de FM.



Características

  • Alta sensibilidade de captação de audio
  • Tensão de alimentação de 12V 
  • Circuito simples de montar
  • Alcance média em condição favorável 1Km
  • Fácil montagem

Obs. Existem Leis a respeito da telecomunicação, não utilize equipamentos de telecomunicação sem a autorização das entidade responsável pela transmissão de Rádio Frequências. Nosso site ensina eletrônica aplicada a vários seguimentos, tudo isso para incrementar o conhecimento, não apoiamos qualquer tipo de operação ilegal. Para qualquer operação com RF, entre e certifique-se da legalização no órgão responsável. ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações.


Aplicação

  • Transmissor de audio
  • Link de audio para instrumentos
  • Microfones sem fios
  • Microfone Espião
  • Rádio de FM caseira
O diagrama esquemático do transmissor está disposto na figura 2 abaixo. A modulação e audio, é feita por um microfone de eletreto, o que não nos impede de tirarmos o resistor 1 e utilizar uma saída de linha de uma fonte de áudio. O ajuste da frequência é ajustada através do CV1. A bobina L1 deve ter de 4 a 5 voltas de fio esmaltado 22 AWG com diâmetro de 1 cm com núcleo de ar, a antena pode ser um pedaço de fio rígido com um comprimento entre 15 a 40cm, e deve ser soldada próximo ao meio da bobina, a partir da segunda bobina depois do coletor do transistor, e todos os capacitores são de cerâmicos.  
Fig. 2 - Circuito Transmissor de FM de Média Potência com 2N2218

Lista de Materiais

T 1 ------------------- Transistor NPN 2N2218 ou 2N2219
R1 -------------------- Resistor 1/8w 4.7K
R2 -------------------- Resistor 1/8w 5.6K
R3 -------------------- Resistor 1/8w 2.2K
R4 -------------------- Resistor 1w 33 Ohms
C1, C4 -------------- Capacitor cerâmico/poliéster 220nF
C2 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 2n2
C3 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 5.6pF
Mic ------------------ Microfone de Eletreto
CV1 ----------------- Trimmer porcelana 3.3pF
Bobina -------------- Ver texto
Outros -------------- Fios, Soldas e Etc.


E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!


Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.


Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui - FVM Learning!!!
Forte abraço.

Deus vos Abençoe
Shalom

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Fonte Regulável 1.2 à 37V Alta Corrente 20A com LM317 e TIP35C

Circuito Fonte Regulável 1.2 à 37V Alta Corrente 20A com LM317 e TIP35C

Olá a Todos!!!

Nós do FVML, já dispomos vários circuitos de fontes ajustáveis para bancada de vários modelos e correntes diferentes, para todos os gostos aqui no nosso site e em nosso canal no youtube.
No post de hoje, iremos apresentar um circuito Fontes de Alimentação Variável de Alta corrente, que chegam a trabalhar tranquilamente com 20 Amperes.
E utilizaremos o velho, maravilhoso, e bastante conhecido LM317, que é um Circuito Integrado regulador de tensão positiva variável com um range de 1.25 à 37V, e 1.5 Amperes, para fazermos uma fonte apropriada, é necessário ter uma corrente bem maior que 1.5A, então é aí que entra os transistores de potência, são eles que vão incrementar a corrente sem variar a tensão, pois essa função de variação fica por conta do LM317, e o fator corrente, fica por conta dos transistores que nesse circuito iremos utilizar o TIP35C.

Funcionamento do Circuito

O LM317 é um regulador de tensão positiva variável, que é o responsável por variar a tensão de saída e entregar a base dos transistores de potência essa tensão variável, que em conjunto com os outros transistores formam um booster de alta corrente, e que dependendo da quantidade de transistor e a soma das correntes de cada transistor, formamos uma fonte variável de alta potência, a tensão que vem da fonte entra diretamente no coletor dos TIP35C, e é controlada através da varição da tensão de entrada na base, e por sua vez a tensão que sairá do emissor, estará diretamente relacionado com o controle da tensão de saída do LM317, é necessário a utilização de um dissipador de calor, pois essa energia de retenção é convertida em calor.  
O TIP35C é um transistor Mospec de Alta Potência, com capacidade de corrente de coletor de 25A contínuos, fazendo assim o transistor perfeito para esse projeto, com Vce e Vbe, Tensão de Coletor Emissor, e Tensão de Coletor Base, de 100V, vale lembrar que essas configurações referem-se ao TIP35C, existe o TIP35 = 40V, o TIP35A = 60V, o TIP35B = 80V e o TIP35C = 100V, então para esse projeto você pode utilizar para maior eficiência, o TIP35C.

O diagrama esquemático do circuito elétrico está disposto na Figura 2, que apresenta a disposição dos componentes e suas conexões para seguirmos com a montagem, que no contexto geral, é bastante simples de se montar, e demonstra um grande eficacia.
Fig. 2 - Diagrama Esquemático Circuito Fonte Regulável - 1.25V ~ 37V,  20A  CI LM317 e TIP35C

Lista de Material
  • CI ------------------------- Circuito Integrado regulador de tensão LM317
  • D1 ------------------------- Diodos retificadores de silício KBPC5010
  • D2, D3, D4, D5 --------- Diodos retificadores de silício 1N4007
  • C1 –----------------------- Capacitor eletrolítico 4700 uF - 45V 
  • C2, C3 ------------------- Capacitor Cerâmico / Poliéster 0,1 uF
  • R1 ------------------------ Resistor 220 ohms 1/4W – (vermelho, vermelho, marrom)
  • R2 ------------------------ Resistor 10K ohms - 1/4 W – (marrom, preto, laranja)
  • R3, R4 ------------------- Resistor 0.47 ohms - 5W – (amarelo, violeta, prata)
  • P1 ------------------------ Potenciômetro linear ou logarítmico 5k ohms
  • Outros ------------------- Fios, Soldas, Bornes, Etc.

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom


domingo, 1 de dezembro de 2019

Amplificador Hi-End de 56W RMS com o CI LM3875

Amplificador Hi-End de 56W RMS com o CI LM3875

Olá a Todos!!!!

No post de hoje, iremos montar um Amplificador de Audio Hi-End, de alta performance, capaz de produzir uma excelente qualidade de audio, utilizando o circuito integrado LM3875.
O LM3875 é um amplificador de audio de potência de alto desempenho amplificador capaz de fornecer 56W de potência contínua em carga de com THD + N a 0,1% de 20Hz a 20KHz.
O LM3875 tem circuito de proteção de temperatura instantânea com auto pico (°Ke) (SPiKe), o que coloca-o em uma classe acima de amplificadores discretos e híbridos, fornecendo inerentemente área de operação segura (SOA) protegida dinamicamente pelos circuitos.
Proteção SPiKe, isso significa que todo o circuito é completamente protegidas na saída contra sobretensão, subtensão, sobrecargas causadas por curtos nos saída, fugas térmicas e picos de temperatura instantâneos.
O LM3875 mantém uma excelente taxa de transientes sinal-ruído superior a 95dB (min), com um nível típico de baixo ruído de 2,0μV. Exibe valores THD + N extremamente baixos de 0,06% para a  carga de alimentação nominal de 84V sobre o espectro de áudio e fornece excelente linearidade com uma classificação típica do IMD (SMPTE) de 0,004%.

Características do LM3875

  • Potência de saída média contínua de 56W em 8Ω
  • Capacidade de saída de pico instantânea de 100W
  • Relação sinal-ruído> 95dB (min)
  • Proteção de saída de curto para o terra ou para os suprimentos via circuito interno de limitação de corrente
  • Proteção contra sobretensão de saída contra transientes de cargas indutivas
  • Fornece proteção contra subtensão, não permitindo a polarização interna quando | V + | + | V− | ≤ 12V, eliminando, assim, os transientes de ativação são desativados
  • Pacote de 11 PFM de chumbo
  • Ampla faixa de tensão de alimentação: | V + | + | V− | = 20V a 84V
  • Distorção harmônica total (THD) inferior a 0,03% na faixa de frequência de 20Hz a 20kHz e na faixa de alimentação de +/- 40V.
Na figura 2 abaixo, temos o diagrama esquemático do Amplificador Hi-End de 56W com o CI LM3875.
Fig. 2 - Diagrama esquemático Amplificador Hi-End de 56W RMS com o CI LM3875

Alimentação do Circuito

A alimentação do circuito amplificador é fornecida por uma fonte de alimentação CC, de corrente contínua, podendo ser elaborada através de um  transformador 28-0-28V, que depois de passado pela retificação, ficará em torno de 40V CC, e com pelo menos 5 Amperes. Como vimos nas características do LM3875 acima, ele tem uma ampla faixa de tensão de alimentação, o que podemos utilizar uma fonte de menor tensão ou de maior tensão, podemos fazer com o que temos em nossa bancada.

Lista de materiais

  • CI 1 ----------------- Circuito Integrado LM3875T
  • R1, R4 -------------- Resistor 1/8w 22K
  • R2, R3 -------------- Resistor 1/8w 1K
  • R5 ------------------- Resistor 2w
  • C1 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 220pF
  • C2 ------------------- Capacitor Eletrolítico 22uF
  • C3, C4 -------------- Capacitor Eletrolítico 470uF
  • C5, C6, C7 --------- Capacitor cerâmico/poliéster 100nF
  • P1 ------------------- Potenciômetro 47K
  • Outros -------------- Fios, Soldas e Etc.
E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Amplificador Classe AB de Alto Desempenho 40 Watts RMS com CI LM2876

Amplificador Classe AB de Alto Desempenho 40 Watts RMS com CI LM2876

Olá a Todos!!!

No post de hoje, iremos montar um circuito Amplificador de potência Classe AB de Alto Desempenho 40 Watts RMS com sistema de mute com o Circuito Integrado LM2876.
O CI LM2876 é um amplificador de potência de áudio de alto desempenho capaz de fornecer 40W de potência média contínua para uma carga de com THD + N a 0,1% de 20Hz a 20kHz.
O desempenho do LM2876, utilizando seu circuito de proteção de temperatura instantânea com auto pico (˚Ke) (SPiKe ), coloca-o em uma classe acima dos amplificadores híbridos e discretos fornecendo uma Área Operacional Segura (SOA) inerentemente protegida dinamicamente. A proteção SPiKe significa que esses as peças são completamente protegidas na saída contra sobretensão, subtensão, sobrecargas, incluindo curtos-circuitos suprimentos, fuga térmica e temperatura instantânea picos.
O LM2876 mantém uma excelente relação sinal / ruído de superior a 95dB (min) com um piso típico de baixo ruído 2,0µV. Apresenta valores extremamente baixos de THD + N de 0,06% a a saída nominal para a carga nominal no espectro de áudio, e fornece excelente linearidade com um padrão IMD (SMPTE) classificação de 0,004%.

Características

  • 40W de potência média contínua de saída em 8Ω
  • Capacidade de potência de saída de pico de 75 W
  • Relação sinal / ruído ≥ 95 dB (min)
  • Uma função de mudo de entrada
  • Proteção de saída de curto para o solo ou para o suprimentos via circuito interno de limitação de corrente
  • Proteção contra sobretensão de saída contra transientes de cargas indutivas
  • Fornece proteção contra subtensão, não permitindo polarização para ocorrer quando | VEE | + | VCC | ≤ 12V, assim eliminando transientes de ativação e desativação
  • Pacote TO-220 de 11 derivações
  • Ampla faixa de fornecimento 20V - 72V

Aplicações

  • Estéreo componente
  • Som compacto
  • Caixa ativo
  • Amplificadores de som surround
  • TVs estéreo de última geração

Disposições dos componentes

O diagrama esquemático está disposto logo abaixo na figura 2, e é bastante simples. Os componentes que estão marcados com "Asteriscos * ", são opcionais, só deverá ser utilizados se a questão qualidade e desempenho como sugerido no título, for importante, porém para utilização com amplificador de Sub-Woofer, ou amplificador de som com poucos critérios de audiófilos, você pode está utilizando sem esses componentes.
Fig 2 - Amplificador Classe AB de Alto Desempenho 40 Watts RMS com CI LM2876
O potenciômetro Pin é de 10k e deve ser logarítmico, é ele quem ajusta a amplitude do sinal de entrada. O capacitor eletrolítico C 10uF é quem desacopla o sinal de entrada. CS é o filtro e o desvio de tensão de alimentação, deve ser pelo menos 1000uF ou maior, com uma classificação de tensão maior que a tensão de alimentação. Se você planeja usar este amplificador em potência mais alta (em torno de seus limites), é recomendável usar um capacitor maior (por exemplo, 4700uF). RA1 91k, RA2 100k, CA1 0,1uF, RM 10K, CM 100uF juntos formam o circuito que mantém a função mudo desativada. O feedback da saída do amplificador (do pino 3), juntamente com o RSN 2,7 ohm, CSN 0,1uF, Rf1 20k, Cf 50pF, Rf2 20k, R1, CI 10uF e Cc 220pF estabiliza a saída e ajuda a manter um ganho de unidade , também é usado para influenciar o amplificador com uma única fonte, o capacitor de saída COUT 4700uF, * L 0.7uH e com o indutor em paralelo, há um resistor de 10 ohms conectado. Esses componentes são utilizados como filtro de saída do amplificador, para não deixar corrente DC nos alto-falantes, também cortam frequências muito baixas e muito altas. Quanto maior o Cout, maior será as baixas frequências, ou seja, mais graves, e quanto maior o valor do indutor * L, menor será a altas frequências. Você pode estar modificando e testando o que melhor se adapta ao seu gostos.

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui - FVM Learning

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Mini Transmissor de FM 88 - 108 Mhz com BC548

Mini Transmissor de FM 88 - 108 Mhz com BC548

Olá a Todos!!

No post de hoje, iremos fazer um mini transmissor de FM com alcance de algumas dezenas de metros, esse oscilador tem um range de frequência que pode ser sintonizado entre 88 à 108 Mhz, que é a faixa de FM de nossos rádios com frequência modulada, esse circuito é muitíssimo importante para começarmos a entender o princípio básico do funcionamento de um oscilador de Frequência Modulada, e tudo isso de forma bastante simples e fácil de fazer, com componentes de fácil aquisição em sua grande maioria encontrada em sucatas de placas antigas.
O circuito transmissor de Frequência Modulada é um dispositivo sem fio que opera em uma faixa de alta frequência, ele é capaz de transmitir sinais de audio para a atmosfera através de ondas eletromagnéticas, e pode ser recebido por um circuito receptor de FM sintonizado em mesma frequência que o transmissor foi sintonizado, para reproduzir sinais de; músicas, voz, sinais e etc.,  no receptor de FM.

Aplicação

  • Transmissor de audio
  • Link de audio para instrumentos
  • Microfones sem fios
  • Microfone Espião
  • Rádio de FM caseira
Obs.: Existem Leis a respeito da telecomunicação, não utilize equipamentos de telecomunicação sem a autorização das entidade responsável pela transmissão de Rádio Frequências, a ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações.

Depois de tudo esclarecido, temos na figura 2 abaixo o diagrama esquemático do Mini Transmissor de FM 88 - 108 Mhz com BC548, esse equipamento tem poucos componentes e pode ser facilmente montado por aqueles que tem experiências com eletrônica ou até mesmo aqueles que estão começando, em nenhuma situação irá ter dificuldades.
Fig. 2 - Mini Transmissor de FM 88 - 108 Mhz com BC548
 A antena é um pedaço de fio rígido com comprimento de 10 centímetro, soldado no centro da bobina como mostrado na figura 2. A bobina é montada com 8 voltas de fio de 0.5mm com o diâmetro de 6mm.

Características

  • Alta sensibilidade de captação de audio
  • Tensão de alimentação de apenas 3V "duas pilhas"
  • Circuito simples de montar
  • Alcance em média 30 à 50 mts
  • Fácil montagem

Lista de materiais

  • Tr 1 ------------------ Transistor NPN BC547
  • R1 -------------------- Resistor 1/4w 4.7K
  • R2 -------------------- Resistor 1/4w 330 Ohms
  • C1 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 1.2nF
  • C1 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 3.3pF
  • Mic ------------------ Microfone de Eletreto
  • CV1 ----------------- Trimmer porcelana 33pF
  • Bobina -------------- Ver texto
  • Outros -------------- Fios, Soldas e Etc.
E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Amplificador de áudio HI-FI de 1W com CI LM4906

Amplificador de áudio HI-FI de 1W com CI LM4906

Olá a Todos!!!

O LM4906 é um amplificador de áudio de alta qualidade, projetado principalmente para aplicativos exigentes em telefones celulares e outros aplicativos de dispositivos de comunicação portáteis. Ele é capaz de fornecer 1W de potência média contínua a uma carga de 8Ω BTL com menos de 1% de distorção (THD + N) de uma fonte de alimentação de 5V.
O LM4906 é o primeiro amplificador da National Semiconductor Boomer que não requer um capacitor de desvio PSRR (Power Supply Rejection Ratio) externo. O LM4906 também possui um ganho selecionável interno de 6dB ou 12dB. Além disso, não são necessários capacitores de acoplamento de saída ou capacitores de inicialização, o que torna o LM4906 ideal para telefones celulares, pré-amplificadores, amplificador para headphones, e outras aplicações portáteis de baixa tensão.
O LM4906 contém circuitos avançados de pop e click que eliminam o ruído que, de outra forma, ocorreria durante as transições de ativação e desativação.
Os amplificadores de áudio Boomer foram projetados especificamente para fornecer potência de saída de alta qualidade com uma quantidade mínima de componentes externos. O LM4906 possui um modo de desligamento de baixo consumo de energia (através do pino SD). Além disso, o LM4906 possui um mecanismo interno de proteção contra desligamento térmico. Na figura 2 temos o diagrama esquemático do circuito amplificador com Circuito Integrado LM4906, como podemos visualizar, é um circuito bastante simples com apenas 3 componentes o CI LM4906, e dois capacitores de cerâmico.

Fig. 2 - Diagrama esquemático amplificador com CI LM4906

Especificações

  • PSRR aprimorado em 217Hz para + 3V 71dB
  • Potência de saída em + 5V, THD + N = 1%, 8Ω 1,0W (típico)
  • Saída de potência em + 3V, THD + N = 1%, 8Ω 390mW (típico)
  • Corrente total da fonte de alimentação de desligamento 0.1µA (typ)

Características

  • Ganho selecionável de 6dB (2V / V) ou 12dB (4V / V)
  • Não é necessário capacitores de saída ou bypass PSRR
  • Circuito de supressão aprimorado "Clique e pop"
  • Tempo de ativação muito rápido: 5ms (tip)
  • Componentes externos mínimos
  • Tensão de operação 2.6 - 5.5V
  • A saída BTL pode conduzir cargas capacitivas
  • Modo de desligamento por corrente ultra baixa (SD Low)

Lista de materiais

  • CI 1 ------------------ Circuito Integrado LM4906
  • C1 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 0.39uF
  • C1 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 1uF
  • Outros --------------- Alto-Falante, Fios, Soldas e Etc.

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Amplificador Estéreo 74W RMS 14.4V com CI TDA7375A

Amplificador Estéreo 74W RMS 14.4V com CI TDA7375A

Olá a Todos!!!


No post de hoje, iremos apresentar um circuito Amplificador Estéreo 74W RMS com pouquíssimo componentes externos com o Circuito Integrado TDA7375
O TDA7375A é um amplificador muito utilizado em aparelho de som de carro de classe AB o que garante ótima qualidade, ele é capaz de trabalhar ema configuração DUAL BRIDGE para ou QUAD SINGLE ENDED em sua saída.
A exclusiva estrutura totalmente complementar do estágio de saída e o ganho fixo internamente garantem os mais altos desempenhos de potência possíveis com uma contagem de componentes extremamente reduzida.

Esse é um amplificador dinâmico, pode-se utilizá-lo em pelo menos 3 configurações distintas de montagem:
  • Double Bridge
  • Quad Estéreo
  • Estéreo Bridge
Na figura 2 temos o diagrama esquemático do amplificador TDA7375 em modo Double Bridge, como podemos analisar na imagem, a saída 1 e a saída 2, estão em bridge formando um canal, e o outro canal do mesmo modo unindo-se as saídas 3 e 4 formando também outro bridge, sendo assim um amplificador estéreo em modo bridge.
Fig. 2 - Diagrama esquemático do amplificador TDA7375 em modo Double Bridge
Na figura 3 temos o amplificador em modo Quad Estéreo, como podemos analisar na imagem, as saídas 1, 2, 3 e 4 são independentes tornando o amplificador Quadrifônico.
Fig. 3 - Diagrama esquemático do amplificador TDA7375 em modo Quad Estéreo

Características

  • ALTA CAPACIDADE DE POTÊNCIA DE SAÍDA:
    • 2 x 43W máx. / 4Ω
    • 2 x 37W / 4Ω EIAJ
    • 2 x 26W / 4Ω a 14,4V, 1KHz, 10%
    • 4 x 7W / 4Ω a 14,4V, 1KHz, 10%
    • 4 x 12W / 2Ω a 14,4V, 1KHz, 10%
  • NÚMERO MÍNIMOS DE COMPONENTES EXTERNOS:
    • Sem Capacitores de Booststrap
    • Sem Células de Boucherot
    • Ganho Interno Fixo (26dB BTL)
  • FUNÇÃO ST-BY (Compatível com CMOS)
  • SEM RUÍDOS POPs AUDITIVO DURANTE A OPERAÇÕES DE ST-BY 
  • FACILIDADE DE DIAGNÓSTICO PARA:
    • Clipping
    • Fora do GNDA
    • Saída dos Altos Falantes ao GND
    • Saída suave ao ligar
    • Desligamento térmico automático

Fonte de Alimentação

Esse amplificador tem uma alimentação com fonte assimétrica, ou seja, não precisamos de uma fonte simétrica, podemos utilizar uma bateria de carro ou de No-break, pois esse amplificador pode ser alimentado com tensões que variam entre 8V mínimo à 18V, o que devemos levar em conta, é a corrente necessária para utilização desse tipo de amplificador, então se for utilizar uma fonte CC, podemos utilizar uma fonte que forneça um mínimo de 3.5 Amperes.

Lista de Material modo Double Bridge

  • CI 1 ---------------------- Circuito Integrado TDA7375
  • R1 ------------------------ Resistor 10k ohms - (marrom, preto, laranja)
  • C1, C2 ------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 0.47uF
  • C3 ------------------------ Capacitor Eletrolítico 1.000uF - 35V 
  • C4 ------------------------ Capacitor cerâmico/poliéster 100nF
  • C5 ------------------------ Capacitor Eletrolítico 10uF - 35V
  • C8 ------------------------ Capacitor eletrolítico 47uF - 35V
  • C9, C10, C11, C12 ----- Capacitor Eletrolítico 1.000uF - 35V 
  • Outros ------------------- Alto-Falante, Fios, Soldas e Etc.

Lista de Material modo Quad Estéreo

  • CI 1 ------------------ Circuito Integrado TDA7375
  • R1 -------------------- Resistor 10k ohms - (marrom, preto, laranja)
  • C1, C2, C3, C4 ----- Capacitor cerâmico/poliéster 0.22uF
  • C5 -------------------- Capacitor Eletrolítico 1.000uF - 35V 
  • C6 -------------------- Capacitor cerâmico/poliéster 100nF
  • C7 -------------------- Capacitor Eletrolítico 10uF - 35V
  • C8 -------------------- Capacitor eletrolítico 47uF - 35V
  • Outros --------------- Alto-Falante, Fios, Soldas e Etc.

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

DIAC - O que é, e como Funciona?

DIAC - O que é, e como Funciona?

DIAC ou "Diode for Alternating Current" em tradução literal "Diodo para Corrente Alternada" - É um diodo bidirecional que conduz corrente elétrica somente após a sua tensão de ruptura (VBO) ter sido atingida,  ou, também é conhecido como; corrente de corte. A tensão de disparo é por volta de 30 volts para a maioria destes dispositivos, ele é um dispositivo que possui dois eletrodos e é um membro da família dos tiristores. Os DIACs são usados ​​no desencadeamento de tiristores

Os símbolo representativo do DIAC é mostrado na figura 2 logo abaixo. Ele assemelha-se à conexão de dois diodos em paralelo, o que significa que ele conduz em ambas polaridades em uma tensão de alimentação. Um DIAC não tem um terminal gate para controle como no caso de dispositivos Tiristores.
Fig. 2 - Simbolo representativos do Diac

A vantagem de um DIAC é que ele pode ser controlado simplesmente alterando o nível de tensão. Os DIACs também são conhecidos como um transistor sem base. Deve-se levar em consideração que um DIAC pode ser ligado ou desligado em ambas polaridades de tensão, ou seja; uma tensão de passagem positiva ou mesmo tensão negativa.

Operação DIAC

Os DIACs são componentes que conduzem correntes somente após um certo nível de tensão de interrupção seja excedido. A tensão de ruptura real dependerá da especificação para cada tipo de componentes específico.
O DIAC pode ser ligado para a polaridade das tensões. Quando A2 é mais positivo em relação a A1, então a corrente não flui através da Camada-N correspondente, mas flui de P2-N2-P1-N1. Quando A1 é mais positiva que A2, a corrente flui através de P1-N2-P2-N3.
Quando a tensão de ruptura do DIAC ocorre, a resistência do componente diminui abruptamente e isso leva a uma queda acentuada na queda de tensão do DIAC e a um aumento correspondente na corrente. Como podemos observar na figura 3 logo abaixo, o DIAC manterá o seu estado condutor até que a corrente através dele desça abaixo de um valor específico conhecido como corrente de retenção. Quando a corrente cai abaixo da corrente de retenção, o DIAC volta ao seu estado de alta resistência e não haverá condução nele.
Fig. 3 - Característica de tensão-corrente do DIAC

Aplicação do DIAC

Uma das principais aplicações de um DIAC é em um circuito de disparo com o TRIAC. O DIAC está conectado ao terminal do gate do TRIAC. Quando a tensão através do DIAC diminui abaixo de sua região de corte, através de um valor pre-determinado geralmente utilizando um potenciômetro, a tensão no Gate do TRIAC será zero e, portanto ele não conduzirá.
Existem várias aplicações para a utilização do DIAC, como mostrado na lista abaixo.
  • Circuito dimmer da lâmpada
  • Circuito de controle de temperatura
  • Controle de velocidade de motores universal

Construção do DIAC

Os DIACs são fabricados em três camadas e cinco camadas de estrutura. Na figura 4 podemos visualizar a imagem ilustrativa da construção de ambos os DIACs.
Fig. 4 - Construção de 3 camadas e 5 camadas de DIACs

Estrutura de 3 camadas do DIAC

Nesta estrutura, a comutação ocorre quando a junção inversa polarizada experimenta a quebra inversa. Este é o DIAC mais utilizado na prática devido à sua operação simétrica. Este DIAC de três camadas pode atingir a tensão de ruptura de cerca de 30 V em geral e capaz de fornecer melhorias suficientes nas características de comutação.

Estrutura de 5 camadas do DIAC

A estrutura de cinco camadas do DIAC é muito diferente em termos de operação. Esta estrutura de dispositivo forma uma curva I-V que é como a versão de três camadas. Podemos dizer que essa estrutura se parece com dois diodos de interrupção conectados de volta para trás.


E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Circuito Amplificador HI-FI 120W RMS com CI LM4780

Circuito Amplificador HI-FI 120W RMS com CI LM4780

Olá a Todos!!!

No post de hoje, iremos tratar do circuito amplificador de audio do tipo Hi-Fi de ótima qualidade com uma ótima resposta de frequência, com o Circuito Integrado LM4780 que é um amplificador de áudio estéreo capaz de fornecer normalmente 60W por canal de potência média de saída contínua em uma carga de com menos de 0,5% THD + N de 20Hz a 20kHz.
O LM4780 é totalmente protegido utilizando o circuito de proteção de temperatura instantânea de auto pico da National (˚Ke) (SPiKeTM). O SPiKe fornece uma Área Operacional Segura (SOA) otimizada dinamicamente. A proteção SPiKe protege completamente as saídas do LM4780 contra sobretensão, subtensão, sobrecargas, curtos nos suprimentos ou GND, fuga térmica e picos de temperatura instantâneos. Os recursos avançados de proteção do LM4780 o colocam em uma classe acima de amplificadores discretos e híbridos.
Cada amplificador do LM4780 possui um opção de mudo com transição suave independente de transição gradual.
Por o LM4780 pode ser facilmente configurado para operação em ponte, iremos utilizar essa configuração para conseguirmos  o total de 120W RMS de saída mono.

Na figura 2 logo abaixo temos a disposição dos componentes do circuito amplificador com o CI LM4780, e como podemos observar, são poucos componentes externos tornando o circuito amplificador muito simples de se montar.
Fig. 2 - Diagrama esquemático do Amplificador Hi-Fi 120W RMS com CI LM4780


Características

  • Proteção SPiKe
  • Poucos componentes externos
  • Modo silencioso fade-in / out mudo
  • Ampla faixa de tensão de alimentação: 20V - 84V
  • Relação sinal-ruído ≥ 97dB (ref. Para PO = 1W)

Alimentação

A alimentação desse amplificador é Simétrica, e podendo variar entre 20V mínimo à 84V, e deve-se levar em conta a corrente necessária para utilização desse tipo de amplificador, devido a potência necessária para atingirmos o nosso objetivo, que é a potência total do amplificador.

no nossos testes foi utilizado um Transformador com center-tape de 45V - 0 - 45V,  com Corrente de 5 Amperes, pode-se utilizar uma corrente menor, até 3 Amperes mínimo, que irá tocar sem muito problemas, nada impede de você utilizar uma tensão maior, ou menor, pois esse amplificador tem uma tolerância quanto a tensão de alimentação, podendo tocar normalmente "com pequenas atenuações na potência de saída" com tensões que variam entre 18V à 55V sem muitos problemas, ele também tem uma ótima estabilidade e podemos utilizar, caso você tenha, uma fonte SMPS, e isso é claro com Center-Tape, ou seja uma fonte com tomada central.

Lista de Material

  • CI 1 ------------------- Circuito Integrado LM4780
  • Ci1, Ci2 ------------- Capacitor eletrolítico 4.7uF - 50V
  • Cin1, Cin2 ---------- Capacitor poliéster 1uF 
  • Cs1, Cs2 ------------ Capacitor cerâmico/poliéster 0,1uF 
  • Cs3, Cs4 ------------ Capacitor Eletrolítico 10uF
  • Cs5, Cs6 ------------ Capacitor Eletrolítico 1.000uF - 50V 
  • Csn1, Csn2 --------- Capacitor cerâmico/poliéster 0.1uF
  • Ri1, Ri2 ------------- Resistor 4.7k ohms - (amarelo, violeta, vermelho)
  • Rin1, Rf1 ----------- Resistor 47k ohms - (amarelo, violeta, laranja)
  • Rm ------------------- Resistor 10k ohms - (marrom, preto, laranja)
  • Rb2 ------------------ Resistor 3.3k ohms - (laranja, laranja, vermelho)
  • Rf2 ------------------- Resistor 51k ohms - (verde, marrom, laranja)
  • Rsn1, Rsn2 ---------- Resistor 2.7 ohms - (vermelho, violeta, vermelho)
  • Outros --------------- Alto-Falante, Fios, Soldas e Etc.

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click Aqui FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom


quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Potenciômetro Eletrônico Digital com CI DS1669

Potenciômetro Eletrônico Digital com CI DS1669

Olá a todos!!!


No post de hoje, iremos abordar um circuito de controle de volume eletrônico digital, utilizando o Circuito Integrado DS1669 DallastatTM que é um reostato ou potenciômetro digital. Este dispositivo fornece 64 possíveis pontos de derivação uniformes em toda a faixa resistiva. As faixas resistivas padrão são 10 kΩ, 50 kΩ e 100 kΩ.
O Dallastat pode ser controlado por uma entrada de fechamento de contato de switch ou por uma entrada de fonte digital, como um micro controlador como os ESPs, um Arduíno ou mesmo uma CPU
A posição da resistência é mantida na ausência de tensão através do uso de uma matriz de células de memória EEPROM. A matriz de células EEPROM suportará mais de 50.000 gravações.
Podemos visualizar o diagrama esquemático na figura 2 logo abaixo, o circuito é simplista e só utiliza 3 componentes externos.
Fig. 2 - Digrama Esquemático Potenciômetro Eletrônico Digital com CI DS1669

CARACTERÍSTICAS

  • Substitui resistores variáveis mecânicos
  • Interface eletrônica fornecida para digital como bem como controle manual
  • Ampla faixa de tensão de entrada diferencial entre 4,5 e 8 volts
  • A posição da resistência é mantida na ausência de tensão
  • Alternativa de baixo custo aos controles mecânicos
  • As aplicações incluem volume, tom, contraste,controle de brilho e dimmer
  • Disponível em encapsulamentos SOIC de 8 pinos e DIP de 8 pinos
  • Valores de resistência padrão para Dallastat:
    • DS1669-10 = 10 kΩ
    • DS1669-50 = 50 kΩ
    • DS1669-100 = 100 kΩ
  • Faixa de temperatura operacional Industrial: -40 ° C a + 85 ° C

E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Amplificador para Headphone Estéreo com CI TDA2822

Amplificador para Headphone Estéreo com CI TDA2822

Olá a Todos!!!!

No post de hoje iremos montar um amplificador para Headphone de alta qualidade sonora, com o Circuito Integrado TDA2822 que é um amplificador operacional estéreo de 8 pinos de baixa potência muito utilizado em pequenos aparelhos auditivos. Tem uma qualidade sonora muito boa e entrega em sua saída 250 mW, que é potência suficiente para ser utilizado com um Headphone estéreo.  

O TDA2822 é um amplificador de áudio integrado monolítico em um encapsulamento de linha dupla de plástico de 8 pinos. Ele foi projetado para aplicações de baixa potência de saída. Possui duas entradas e duas saídas que podem fornecer potência de saída de 250 miliwatt. O circuito do amplificador com o CI foi configurado para operação de baixíssimo ruído. 

O diagrama esquemático do circuito amplificador de áudio TDA2822 está disposto na figura 2 logo abaixo, e como podemos observar, temos pouquíssimos componentes externos, tornando um circuito simples para se montar e de um custo benefício bastante alto, dado a sua qualidade de audio e baixo custos dos componentes.
Fig. 2 - Diagrama esquemático Amplificador para Headphone Estéreo com CI TDA2822

CARACTERÍSTICAS

  • Tensão de alimentação operacional ampla: Vcc = 1.8V-12V.
  • Baixa distorção de crossover.
  • Baixa Corrente de repouso.
  • Configuração de ponte / estéreo.
  • Alta facilidade de montagem.

LISTA DE MATERIAIS

CI 1 --------------------------- Circuito Integrado TDA2822
P1, P2 ------------------------- Potenciômetro linear
C1, C2 ------------------------ Capacitor eletrolítico 1μF / 25v
C3, C4, C5 ------------------- Capacitor eletrolítico 100μF / 25V
J1, J2 -------------------------- Jack P2 fêmea estéreo
Diversos ----------------------  Placa Circuito Impresso, estanho, fios, etc.


E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!

Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Circuito para Fonte de Bancada Ajustável de 1.30V à 36V, 10 Amperes Com CI MSK5012

Circuito para Fonte de Bancada Ajustável de 1.30V à 36V,  10 Amperes Com CI MSK5012


Olá a todos!!!

No post de hoje, iremos abordar um Circuito Integrado Regulador de Tensão MSK 5012 que é totalmente programável através do uso de dois resistores externos. Com uma queda de tensão baixíssima 0,45V em 10 A, as especificações de baixa queda de tensão são possíveis devido à configuração de saída exclusiva, que utiliza um transistor MOSFET com o RDS (ON) como um elemento de passagem extremamente baixo, como mostrado na figura 2.
Queda de tensões de 0,45 V a 10 amperes são típicas nesta configuração, pois aumenta a eficiência e diminui a dissipação de energia. A precisão é garantida com uma tolerância de tensão de saída inicial de ± 1% isso varia apenas ± 2% com a temperatura. O MSK 5012 é empacotado em um pacote SIP de 5 pinos com economia de espaço que é eletricamente isolado do circuito interno, permitindo a transferência de calor direto para uma dissipação térmica eficiente.
Fig. 2 - Diagrama esquemático circuito equivalente interno do CI MSK5012

 Na figura 3 logo abaixo, podemos visualizar o diagrama esquemático do pequeno circuito regulador de tensão com o CI MSK5012, que assim como a maioria dos reguladores lineares ele é bastante simples, porém bastante potente, e muitíssimo necessário em uma bancada técnica.
Fig. 3 - Diagrama esquemático Fonte ajustável  1.3 a 36V 10A com CI MSK5012

Características:


  • Queda de Tensão extremamente baixa de 0,45 V a 10 A
  • Tensão de saída ajustável de 1.30V a  36V
  • Poucos componentes externos
  • Encapsulamento isolado eletricamente
  • Corrente de repouso baixa
  • Corrente de saída para 10 Amperes
  • Disponível em dois estilos de pacote
  • Disponível com três opções de formulário de derivação

APLICAÇÕES TÍPICAS


  • Fonte de bancada
  • Reguladores lineares de alta eficiência
  • Reguladores de tensão / corrente constantes


E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!
Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click aqui - FVM Learning!!!

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom