FVM Learning

Nosso maior compromisso é compartilhar conhecimentos, somos simples mas não simplórios, astuto mas não pacóvio, nos posicionamos empenhados em mostrar o caminho para desmistificação do opróbrio em legítima defesa do conhecimento compartilhado. Eng. Jemerson Marques.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Como Alterar Fonte ATX para 13.6v, 22 Amperes

English Version: Click Here

Muitos são os casos para querermos fazer uma alteração dessas em uma fonte de PC, até porque as fontes ATX são fácies de encontrar e todo técnico tem uma ou duas fontes dessas em sua sucata.
Com essa alteração podemos facilmente ligar som automotivo com módulos, fazer um carregador para baterias, entre tantas outros coisas.

A fonte ATX que vamos utilizar é uma de marca iMicro, modelo PS-350WXMH, com 350W de potência, como demostrada na Figura 1 abaixo.

Fig. 1 - Modificando Fonte ATX PS-350WXMH

Seguiremos passo a passo, para facilitar o nosso entendimento

As observações iniciais será analisar se a mesma está funcionando, pois não podemos alterar uma coisa que nem mesmo funciona, não é isso?

Para fazer isso, coloque um fio, ou como no meu caso, um pedaço de solda, curto-circuitando o conector com fio PSON "Fio Verde" e o GND "Fio Preto" como demonstrada na Figura 2 abaixo.

Fig. 2 - Ligando a fonte utilizando a conexão PSON e Negativo.

Depois de tudo verificado e se estiver tudo OK!!!!

VAMOS COMEÇAR

1° Passo - Temos que identificar o tipo de CI controlador que temos em nossa fonte, no meu caso é o Circuito Integrado SD6109. Como podemos observar na Figura 3 abaixo.

Fig. 3 - Circuito Integrado Controlador SD6109 Fonte ATX

Noventa por cento das fontes trabalham dessa mesma maneira, se o seu CI for diferente, você precisa  olhar o datasheet dele e identificar a Pinagem correta do CI.

O Circuito Integrado SD6109 é um CI chinês, e por isso foi bastante difícil encontrar o seu datasheet, o que achamos foi esse que tem poucas informações, mas já dá para trabalhar com ele. O datasheet apresentado na Figura 4 abaixo, vamos identificar sua Pinagem.

Fig. 4 - Datasheet CI SD6109, Identificando os Pinos

Iremos utilizar para essa mudança o pino 17, que o pino do amplificador de erro negativo e positivo tendo como referência a tensão de 2.5V, isso nos dá um pequeno range para alterarmos para 13.6V.

Com essa alteração, podemos facilmente por exemplo, carregar Baterias de carro, de motos, de nobreak, ligar som automotivo, módulos Automotivos, entre outros.

2° Passo - Precisaremos à princípio de um resistor de 10K (Marro Preto, Laranja, ouro) e um potenciômetro de 10K, no entanto utilizamos um de 500K, pois no momento da gravação do vídeo, só tínhamos ele disponível, mas você pode estar utilizando um de 47K, 100K ou 250K. 

3° Passo - Faça um arranjo do potenciômetro e o resistor em série como ilustrada na Figura 5 abaixo, soldando um fio na extremidade do Potenciômetro, o resistor no pino central do potenciômetro e m fio no final do resistor, sobrando assim duas pontas.

Fig. 5 - Configurando o Potenciômetro e o Resistor em série

4° Passo -
Identifique o pino 17 "No nosso caso" no nosso CI. Lembre-se que, todos os CIs tem um chanfro para identificar o pino 1, como sugerido na Figura 6 abaixo, da disposição dos pinos do datasheet, após a identificação faça o mesmo com muito cuidado ao virar a placa, devido aos pinos ficarem inversos, identifique na placa e marque com uma caneta marcador, ou um rasgo na trilha, qualquer coisa, pois é de suma importância não errar o pino para não dá nada errado no fim da alteração.

Fig. 6 - Pinout do CI SD6109

5° Passo - Solde uma das pontas do arranjo que fizemos, no negativo da fonte GND e a outra ponta do arranjo, solde no pino 17.

Explicação: O resistor de 10K, serve par aquando você zerar o potenciômetro, não curto-circuitar o pino 17 com o GND, pois irá disparar, e em alguns casos, causar danos ao CI. Após ter soldado, vamos ligar, para testar a saída.

ATENÇÃO!!!

É de suma importância que você tenha um teste ant-curto-circuito, no nosso caso, temos o bom e velho teste em série da Lâmpada incandescente. Temos um Post que fizemos com um teste Série de baixo custo, segue o link:
  • Construindo Teste da Lâmpada em Série Comutável de 50 à 650W
NÃO toque o dissipador de calor do primário da fonte, você poderá sofre Descarga Elétrica. "DÁ CHOQUE".

Ligue a fonte com cautela no TESTE EM SÉRIE, e teste a tensão de saída, regule para o máximo que você pretender, ou até onde ela vai sem desarmar, depois de setado a tensão confortável para a fonte, vamos para o próximo passo.

Desconecte o cabo de força da tomada, DESLIGUE A ENERGIA, e dessolde os dois fios do arranjo, Resistor e Potenciômetro.

6° Passo - Com o multímetro, veja a resistência do arranjo em série, potenciômetro e resistor, no nosso caso a resistência ficou em 56,70K, como mostrada na Figura 7 abaixo, para um resistor comercial, podemos colocar um de 56K.

Fig.- Arranjo em série resistor e Potenciômetro com 56,70K 

Como não tenho aqui na bancada esse valor, fiz outro arranjo para ser substituído no lugar do potenciômetro, liguei dois resistores em série, sabemos que quando ligamos dois resistores em série, somamos suas resistências, utilizei um que tenho na bancada de 47K + o de 10K, somando 57K, bem próximo ao que medimos no arranjo do potenciômetro e resistor.

Depois coloquei um Termo Retrátil para isolar os dois em série, como sugere a Figura 8 abaixo, e pronto, vamos colocar no lugar do arranjo, ou seja PINO 17, e GND.
Fig. 8 - Arranjo dois resistores em série para conseguir o valor de 56K

OBS: Depois de tudo soldado, observe bem se não em nada em curto, use o multímetro entre o GND e o Pino 17 para ver se a resistência não dá muito baixa, pois poderás ter problemas, nós além do termo retrátil, colocamos fita isolante para garantir a isolação, como mostrado na Figura. 9 abaixo.
Fig. 9 - Soldando os resistores na fonte ATX, entre Pino 7  e GND 


7° Passo - Teste de carga.
Irei utilizar uma lâmpada Halogen, de 12V, 55W, pela lei de Ohms, sabemos que P= Potência, V = Volts, I = Corrente

P = V * I
I = P / V

Então
I = 55 / 12

Logo
I = 4.58A

Ou seja, nossa carga é de 4.58 Amperes. Foto demostrativa da potência da Lâmpada 12V 55W logo abaixo na Figura 10.

Fig. 10 - Lâmpada halogen 12V 55W

Na Figura 11 logo abaixo, podemos observar a tensão sem a carga, no multímetro está marcando 13.65V. 

Fig. 11 - Teste de tensão depois das alterações, antes da carga

Então vamos ligar a carga.

Como podemos verificar, na Figura 12 abaixo, tivemos uma queda de tensão de 13.65V para 12.82V, bem como a carga é uma carga resistiva, e esse tipo de lâmpada consome mais do que informa, chegamos a conclusão que vale a pena, pois para carregar uma bateria, o consumo contínuo não vai tão alto assim.

Fig. 12 - Teste de Carga e queda de tensão com Lâmpada halogen

Depois de vários testes com carregamento de bateria, tivemos um grande sucesso. E sobre o som automotivo, ele sustentou também, sem causar perdas considerável. O mudulo que liguei foi um Taramps, 400W RMS, com um Player Pionner.

Conclusão

Satisfeito com o projeto, por sua simplicidade e que pode ser utilizado para vários outros projetos, atendeu satisfatoriamente as expectativas.

Obrigado a todos, qualquer dúvida, deixe nos comentários.

Se inscreva no nosso Blog!!! Click AQUI!!! 

Para que deseja ver os detalhes da montagem, deixo abaixo o vídeo para vocês entenderem e seguirem o passo a passo.




Deus vos abençoe

Shalom!

6 comentários:

  1. Tenho tentado e não consigo bons resultados. Se com 13.8V 22A com uma carga de 4.8A tem a queda de tensão que descreveu quantos Volts caírá com 20A de carga? Sou radioamador e preciso mesmo dos 20A

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá @EMANUEL RODRIGUES
      Se sua fonte for de 20 Amperes Reais, você não irá ter problemas algum.
      Só alteramos a referência do feedback da fonte, isso significa que ele entende que a tensão que está saindo é menor, por isso não haverá problemas algum.
      A fonte sempre continuará com sua potência.
      Só fique atento se a fonte é de procedência mesmo, pois algumas "genéricas" dizem ter 400W de potência e não chegam a 200W.
      Se inscreva em nosso Site, e em nosso canal do Youtube, isso ajuda-nos bastante a darmos prosseguimento ao nosso trabalho, e não custa nada....
      Forte abraço.

      Excluir
  2. Olá JEMERSON
    Obrigado por responder à minha dúvida. Vou então tentar de novo para ver se tenho sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá @EMANUEL RODRIGUES
      Por nada e obrigado!!!
      Qualquer coisa, estaremos à disposição.
      Abraços.

      Excluir
  3. Olá, boa tarde. Tem como eu mudar alguns resistores e ttavez, transistores para aumenta a tensa e potência em um amplficador? No meu caso e o MACHINE A250 MIX. Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá @JOTAMEIRAFNS
      Para se aumentar a potência de um amplificador tem alguns critérios que devem ser seguidos, e cada amplificador trabalha de forma diferente, existem cálculos para se fazer isso, não é simplesmente trocar alguns componentes e pronto, em tese basicamente, temos que aumentar os transistores de saída, verificar se o circuito tank suporta a nova corrente de base dos transistores, o transistor driver tem que ter supor te para demanda de corrente e o resistor de realimentação tem que ser recalculado, e a fonte tem que fornecer uma corrente maior dependendo da quantidade de transistores, e etc...
      Obrigado por estar conosco!!!
      Lhes convido a se inscrever também em nosso canal no YouTube, isso nos ajuda bastante a darmos prosseguimento ao nosso trabalho, e não lhes custa nada, não é? https://www.youtube.com/channel/UCnaAKKkyhX7LY2ZYIff-qug
      Forte abraço.

      Excluir