FVM Learning

Nosso maior compromisso é compartilhar conhecimentos, somos simples mas não simplórios, astuto mas não pacóvio, nos posicionamos empenhados em mostrar o caminho para desmistificação do opróbrio em legítima defesa do conhecimento compartilhado. Eng. Jemerson Marques.

quinta-feira, 28 de março de 2019

Fonte para Bancada com Tensão e Corrente Ajustável

Fonte para Bancada com Tensão e Corrente Ajustável

Olá a todos!!!

Fig. 1 - Esquemático fonte de alimentação
No Post de hoje, nós iremos montar um circuito de tensão e corrente variável, e isso é uma solução eficaz para uma fonte de bancada, de uma forma fácil e simples, requerendo poucos componentes externos. 
Este circuito tem como base o Circuito Integrado L200CV, que pode fornecer uma tensão de saída variável e com ajuste de corrente e pode regular cargas de no máximo 2A, e admite uma tensão de entrada máxima de 40V. 

Descrição

O L200 é um circuito integrado monolítico para regulação programável de tensão e corrente. Ele vem com disponibilidade de encapsulamento Pentawatt® ou 4 derivações TO-3, com caixa metálica como mostrada na Figura 2

Fig. 2 - Pin-out e encapsulamento do L200

Características

  • Limitação de corrente
  • Limitação de energia, térmica
  • Desligamento e proteção contra sobretensão de entrada
  • Suporta picos de tensão de até 60 V (10s Aproximadamente).

O L200 também pode ser usado para substituir os reguladores de tensão fixa, quando alta precisão de tensão na saída é necessária, devido a sua alta capacidade de precisão.

A tensão de saída ajustável tem um range de variação entre no mínimo 2,8V à 32V máximo. 
Logo abaixo na figura 3 temos a disposição do Circuito Elétrico.

Figura 3 - Esquemático elétrico Fonte Regulador Variável tensão corrente

Lista de Materiais:

U1 ----------------------------- Circuito Integrado L200
R1 ----------------------------- Resistor de 1K
R2 ----------------------------- Resistor de 0.22 Ohms
P1 ------------------------------ Potenciômetro de 47 Ohms
P2 ------------------------------ Potenciômetro de 10K ohms
C1 ----------------------------- Capacitor Eletrolítico 4700uF / 65V
C2 ----------------------------- Capacitor Cerâmico 100nF
C3 ----------------------------- Capacitor Eletrolítico 100uF / 50V
D1 ----------------------------- Ponte de diodos. *ver texto
T1 ----------------------------- Transformador *ver texto

O potenciômetro P1 de 47 Ohms regula a corrente de saída e deve ser do tipo Linear. 
O potenciômetro P2 de 10K regula a tensão de saída e deve ser também do tipo Linear. 
O transformador tem a entrada de acordo com sua rede local, podendo ser 220V ou 110V, isso só depende de qual Estado/País você se encontra, sua saída deve ser de 25VAC por no mínimo 2 Amperes. 
A ponte de diodos pode ser de qualquer modelo disponível, no entanto que ele suporte a corrente mínima exigido pelo circuito, e deve ao menos ter sua capacidade de corrente superior ao do circuito, você tanto pode usar uma ponte, ou os 4 diodos como no diagrama esquemático da figura 3.

Controle de corrente

É entre os pinos 2 e 5 do Circuito Integrado, que temos o VSC (Current Limit Sense Voltage) que é a tensão limite de corrente, cujo o referencial é em média: VRef = 0,45V, que o CI utiliza para fazer a limitação de corrente de saída, no nosso circuito estamos utilizando o R2 + P1 em conjunto para podermos firmamos sem extrapolar o valor de corrente máxima suportada pelo CI que é de 2 Amperes.

Para calcular a limitação de corrente de saída do CI é bastante simples:

Com o Potenciômetro limitador de corrente setado no Mínimo "0 ohms":

I = VRef / Rsc 

I = 0,45 / 0,22 = 2.04
I = 2,04A 

Com o Potenciômetro limitador de corrente setado no Máximo "47 Ohms":

I = VRef / Rsc 

I = 0,45 / (0,22 + 47) = 0,0095A
I = 9,5mA

Ou seja, temos 9,5mA de limite mínimo de proteção na saída, isto é, se você fizer um "curto" naquele momento na saída, a corrente seria de 9.5mA. Isso nos deixa satisfeito por dispor a você uma ótima fonte para laboratório, pois dificilmente você irá encontrar uma fonte de bancada com essas especificações com um preço igual a esses. :)


E por hoje é só, espero que tenham gostado!!!
Qualquer dúvida, digita nos comentários que logos estaremos respondendo.

Ajude nosso trabalho, se inscreva no nosso Blog!!! Click aqui - FVM Learning!!!
Apoie e compartilhe.

Forte abraço.

Deus vos Abençoe

Shalom


4 comentários:

  1. Boa tarde. Me identifiquei muito com o site e sua proposta. Estou pesquisando para montar uma fonte com controle de tensão e corrente como a desta página 0 a 30, mas com pelo menos 5 ampères, para a bancada. Neste caso como acrescentar uma etapa de potência sendo que tenho alguns MJ15003 em casa?. Se vocês tiverem alguma sugestão ficarei muito grato. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá @LUIZ
      Muitíssimo obrigado.
      Nós temos um circuito com regulagem de tensão e corrente Ajustável De 1.30V À 36V, 10 Amperes Com CI MSK5012 nesse endereço:
      https://www.fvml.com.br/2019/10/circuito-para-fonte-de-bancada.html

      Nós estamos preparando uma fonte de bancada com o CI LM732, com regulagem de tensão e corrente, fica ligado, que em breve estaremos postando em nosso canal do YouTube.
      Forte abraço.

      Excluir
  2. Olá,por acaso existe algum ci que possa ser substituido por esse l200?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá @LEON GAMER1.6
      Até o momento não conhecemos um substituto para o CI L200.
      Obrigado por estar conosco. Lhes convido a se inscrever também em nosso canal no YouTube, isso nos ajuda bastante a darmos prosseguimento ao nosso trabalho:
      https://www.youtube.com/channel/UCnaAKKkyhX7LY2ZYIff-qug

      Forte abraço.

      Excluir